Acelerar Os Ganhos de Força

A Melhora Postural Pode Acelerar Os Ganhos de Força?

Blog de Convidado por: Annette Verpillot, Presidente, Posturepro

Aqui está o que você precisa saber:

  1. A má postura aumenta a tensão e o esforço muscular, como os músculos não estão alinhados, são forçados a trabalhar mais duro para combater a gravidade.
  2. A má postura aumenta o risco de dor nas costas, choque de nervos e deslocamentos discais, porque a coluna não tem as curvaturas e o equilíbrio correto. Quando estiver treinando este desequilíbrio de curvas poderá levá-lo a uma lesão.
  3. A má postura aumenta o desgaste de todas as articulações porque elas não estão se movendo da maneira como são projetadas e porque os músculos que estabilizam as articulações não recebem a ativação correta do cérebro. Isso quebra a cartilagem e enfraquece os ligamentos, levando a um aumento do risco de lesões, como os rompimentos do ligamento e os estiramentos musculares.
  4. A má postura (e os fatores mencionados acima) podem aumentar a produção de hormônios do estresse e inflamação em seu corpo. Isso pode levar à diminuição do funcionamento do sistema imunológico, diminuição da qualidade do sono, digestão e níveis de energia.

A conexão cérebro e músculo

Você sabia que não pode realmente controlar sua postura? É por isso que você verá um pai dando um tapa nas costas de um garoto pedindo para que ele “fique em pé firme”, mas isso dura apenas alguns segundos antes que a criança volte a uma posição relaxada.

A postura é controlada pelas partes subconscientes do nosso cérebro, assim como o equilíbrio, o batimento cardíaco e a respiração; então, na verdade, não podemos nos esforçar para ter uma boa postura. Para mudar de postura, precisamos mudar a maneira como nosso cérebro percebe a postura perfeita.

As teorias mais populares citam que cada um de nós possui nossa própria biomecânica. Isso é combinado com o que os cientistas chamam de “discrepâncias na relação comprimento-tensão”. Esse fenômeno se refere à diferença de comprimento e tensão que pode ser avaliada nos músculos de um indivíduo. Alguns músculos podem ser apelidados de “longos e fracos” porque não podem contrair-se completa e energicamente, e outros são chamados de “curtos e fortes” porque estão sempre em estado de tensão em repouso. Como fios condutores que orientam as velas de um navio, a tensão nesses cabos é de extrema importância.

Então, estas ”relações de discrepâncias comprimento-tensão”  tem desempenhado um  enorme papel na postura e movimento. Mas como eles encurtam ou alongam? Como o corpo cria essa situação?

É onde a neurologia entra para preencher a lacuna

Mais do que apenas um sistema de comando que apenas envia sinais, os cientistas agora estão encontrando mais e mais maneiras pelas quais nosso sistema aferente (sensorial) desempenha um grande papel em nossa postura, como nos movemos e, no futuro, como criamos o desgaste em nossas máquinas.

O sistema aferente (sensorial) do corpo depende de dois tipos de captores: exteroceptores, captores que avaliam as informações do mundo externo e interoceptores, captores que coletam as informações de dentro do corpo.

Dos exteroceptores, o pé é um dos mais importantes. A pele da sola do pé, bem como todas as terminações nervosas livres na fáscia plantar ricamente inervada, enviam muitos dados ao seu cérebro a respeito de sua distribuição de peso, o que, por sua vez, permite que nossos corpos resistam à gravidade eficientemente.

Os pés e tornozelos formam a base do corpo, o que significa que, se houver um problema estrutural ou funcional com os pés, ou tornozelos, isso pode aumentar o risco de lesões nos joelhos, quadris e parte inferior das costas. Assim sendo, qualquer programa de força e condicionamento para atletas que se destina a prevenir lesões deve abordar a saúde dos pés e tornozelos.

Postura e Performance 

push-up

Quando o corpo está fora de alinhamento, mesmo que apenas levemente, todas as suas articulações são desalinhadas em um padrão compensatório. Este fenômeno causa aos músculos que cruzam a articulação desalinhada uma contração com menos força.

Você alguma vez teve um lado mais fraco que o outro em um movimento em particular, ou exercício, mesmo se o exercício fosse realizado em seu lado dominante?

Se você tiver respondido sim, é um sinal de que a articulação está desalinhada. Os mecanorreceptores que envolvem a articulação estão enviando sinais inibitórios ao cérebro, que, no retorno previne os músculos de disparar muitas unidades motoras em um esforço de previnir uma lesão de aparecer. O cérebro sente que a articulação não está funcionando corretamente e pode então estar instável, ou inapta a pegar grandes cargas. O fator de confusão aqui é que isto é verdadeiro apenas em relaão ao outro lado melhor alinhado.

Então um indivíduo muito forte, como um competidor strongman, ou powerlifter, pode levantar incríveis cargas e ainda continuar sendo desequilibrado e propenso a lesão, não por causa do exercício, mas por causa do desequilíbrio postural.

Aqui está um experimento divertido para fazer em casa para aqueles que não estão convencidos da necessidade de ser simétrico.

  • Fique com alguém de frente para você, descalço em um terreno plano sem carpete. Peça para essa pessoa erguer os braços paralelos ao chão, com os pulsos estendidos e as palmas voltadas para você.
  • Pegue um dos punhos de seu parceiro com firmeza na mão, enquanto com a outra mão tenta levar a mão à flexão. Prossiga lentamente para evitar puxar a mão que você está testando e distorcer os resultados. Faça isso para ambas as mãos e faça com que seu parceiro e você mesmo notem o nível de força necessário para quebrar a resistência dele.
  • Coloque 5 folhas de papel sob o pé do seu parceiro e, em seguida, volte a testar a força de ambos os pulsos. Você normalmente notará que o pulso do lado onde o pé está elevado é mais fraco (você também pode realizar esse experimento com um teste do dinamômetro).

Palavras Finais

Em conclusão, uma discrepância muito pequena na simetria do corpo pode, portanto, afetar a função de uma articulação e seus músculos circundantes. Isso tem um impacto importante na performance e lesões. Pode afetar qualquer pessoa e tem consequências profundas a longo prazo.

Já foi dito que, nos esportes, o talento prevalece, mas também é verdade que qualquer atleta, em qualquer nível, precisa ter um alinhamento postural ideal para atingir seu potencial atlético. Apoiada pela neurociência, a recalibração postural é uma  comprovada maneira científica de ajudar os atletas a fazer isso.

Para obter uma lista de nossos próximos programas, visite: http://www.posturepro.net/upcoming-events/ ou entre em contato conosco pelo telefone 514.315.8489 ou education@posturepro.net.

Siga-nos no: Facebook | Twitter | Instagram

LINK: http://www.strengthsensei.com/improved-posture-accelerate-strength-gains/